27/11/07

KAYAKSURF NACIONAL - BALANÇO DE 2007 / LEIAM E COMENTEM...



Num ano particularmente rico para o kayaksurf nacional, é tempo de efectuar um balanço sobre a modalidade no nosso país. Relembremos este autêntico ano de ouro para o kayaksurf nacional...

- Realização de quatro provas do Circuito Nacional de Kayaksurf
- Realização da Kayaksurf Session da Figueira da Foz
- Realização da Kayaksurf Cup Ocean Spirit de Santa Cruz
- Participação com dois atletas no Mundial de Kayaksurf do País Basco

Paralelamente, assistimos ao nascimento de surfkayaks puramente nacionais que vieram reforçar o interesse privado dos nossos construtores e designers pela modalidade:

- RPF Kayaks
- Élio Kayaks
- Watertech
- Wavyak/ Goltziana



Partindo do longínquo ano de 2000 aquando da primeiro evento realizado no nosso país em torno do kayaksurf – já com os habituais e pioneiros elementos do Clube de Águas Bravas de Portugal (CCABP) – já vamos com 7 anos de salutar evolução em torno desta mania de surfar com um kayak.

Desde a primeira prova de Peniche (2003) que o kayaksurf.net acompanha, divulga e apoia as provas nacionais da modalidade e, como tal, muito tenho escrito sobre o kayaksurf. Desde a simples designação da modalidade – sim, porque é kayaksurf e não kayak surf conforme atesta academicamente o site ciberduvidas.sapo.pt – passando pelo regulamento até à eterna questão dos júris…

Neste ano que está quase a findar, o kayaksurf.net foi "media partner" oficial do Campeonato Mundial do País Basco e prestou apoio semelhante a provas de kayaksurf na Argentina, Brasil e Espanha. Um ano em grande. No plano interno, no artigo que escrevi aquando da final do circuito de 2006, referia:

"Pontos positivos desta segunda edição do Circuito Nacional de Kayaksurf:

- Existência de um regulamento unanimemente discutido
- Melhor organização das provas
- Mais apoios locais à realização das provas
- Surgimento de kayaksurfistas em número cada vez maior
- Despertar do interesse da FPC

Pontos a melhorar em edições futuras:

- Definição e formação dos júris
- Promoção mediática das provas e do campeonato
- Incentivo da modalidade através de workshops e encontros "


Kayaksurf Cup - Ocean Spirit

Bom, este ano contou oficialmente com o apoio pioneiro da Federação Portuguesa de Canoagem (FPC) mas questiono-me… que apoio? Na organização não foi certamente. Não estiveram presentes numa só prova do circuito nacional e, na tão proclamada Taça de Portugal – a ser alegadamente decidida na prova de Peniche – primaram uma vez mais pela ausência. Quanto à formação, o CCABP lá está uma vez mais para salvar a honra da casa e organiza este Dezembro uma única e pontual acção de formação subordinada à iniciação à modalidade… é pouco. É, infelizmente, muito pouco.

No ano passado, recordo-me bem da polémica que foi quando - como habitualmente fazemos com os vencedores desde 2003 - designámos André Pinto por "Campeão Nacional de Kayaksurf". Logo se levantaram as hostes afectadas porque não reconheciam o atleta como "campeão nacional" devido à inexistência de uma acreditação digamos... institucional. Pois bem... como o próprio site da FPC publica "em 2006 realizou-se a primeira prova organizada em Portugal pela FPC, nomeadamente a 1ª Taça de Portugal, disputada em Peniche." - alguém se recorda quem é que ganhou a taça? Que taça? E este ano... quem é que ganhou a dita cuja? Para onde é que ela foi? Com tanta "taça de Portugal" à mistura, lá temos mais dois campeões nacionais em 2007 - Pedro Castro e João Roxo - que, meritoriamente, ganharam o circuito nacional de kayaksurf 2007 organizado pelo CCABP e com as preciosas colaborações locais (Marafados, Associação Tertúlia, Nuno Benedito, Teresa Rodrigues, Ricardo Inverno, etc)

Desculpem a ironia das linhas anteriores mas encarem-nas como um desabafo. O kayaksurf.net está de consciência limpa e tranquila tal como todas as outras entidades e entusiastas que paciente e apaixonadamente organizaram as provas e eventos de kayaksurf realizadas no nosso país. Nós demos o melhor e estamos certamente dispostos a manter o kayaksurf nacional como uma modalidade de futuro - basta confirmar todos os fins de semana o crescente número de kayaks nas praias. O mesmo não poderão pensar os que criticaram tanto o circuito do ano passado - e certamente o deste ano - e a promulgação dos sucessivos "campeões nacionais" da modalidade.

Num ano repleto de iniciativas em que até o diário desportivo de maior referência nacional – A BOLA – dedicou uma página inteira a mais um surfkayak nacional (artigo “Revolução no kayaksurf” dedicado ao Wavyak, edição de 16.10.07), o kayaksurf poderia ter tido uma evolução excepcional neste ano em particular.

Necessitamos de um apoio credível, pragmático e conclusivo ao nível da formação e captação de jovens para a modalidade. Dispensamos manobras promocionais - já nos chegam as que temos por parte da nossa querida governação em tantas e tantas áreas - que é como quem diz, já nos chega de bandeiras hasteadas e panfletárias de pretensas actividades que, na realidade, não deram em nada. Rigorosamente nada.

E para que não se diga que criticar é fácil, aqui ficam as sugestões que reflectem algumas das principais preocupações em torno do kayaksurf nacional:

- Aposta numa estratégia agressiva de captação de jovens para as várias classes do kayaksurf
- Divulgação institucional da modalidade e apoio à criação de equipas
- Parceria com a Federação Portuguesa de Surf para a formação de júris
- Realização de eventos promocionais da modalidade sem componente competitiva

Kayaksurf Session - Figueira da Foz

Como cereja o topo do bolo, teremos agora o próximo mundial de kayaksurf no nosso país em 2009. A WSKA (Ass.Mundial de Kayaksurf) acreditou nas potencialidades de Portugal para albergar tal evento e a imagem que temos veiculado para o exterior, não será certamente alheia a esta opção pelo nosso país.

Com ou sem apoios institucionais, o kayaksurf nacional só peca pela desorganização. É pena. Temos dos melhores spots mundiais de surf, um sol que não nos abandona, designers e construtores ao melhor nível internacional e um entusiasmo geral que, só não é potencializado, porque não temos a tal cobertura organizativa e institucional que tanto nos falta. Vamos ser optimistas e esperar pela formação de um Clube Nacional de Kayaksurf… quem sabe?

Um bem haja a todos os que contribuíram para mais um Circuito Nacional de Kayaksurf! Da parte do kayaksurf.net, tudo continuarei a fazer para promover - a sério - esta mania dos kayaks nas ondas.

Boas ondas!

luis pedro abreu
http://www.kayaksurf.net/

Etiquetas:

24 Comments:

Anonymous Anónimo said...

é assim mesmo! quando as federações e afins se metem ao barulho só fazem merda

quarta-feira, novembro 28, 2007  
Blogger CTAFULA WS said...

Boas Luís Pedro!
Apesar de ainda não praticar há muito tempo KayakSurf, já deu para perceber que este desporto (para mim simplesmente espetacular e até viciante) não tem os apoios que do meu ponto de vista merece! PQ? porque em 1º lugar não há praticamente divulgação, nem noticias nos media tradicionais (tv, rádio, impressa) excepto alguns casos pontuais, logo dai não ser muito atrativo do ponto de vista dos eventuais patrocinadores... por outro lado ainda está numa fase muito embrionária do seu desenvolvimento, como desporto radical e "alternativo" ao surf e bodyboard! Agora que no futuro existirá mt gente a praticar disso não tenho dúvidas!!!!
Por outro lado e como dizes e bem não há clubes, nem sequer secções dentro de clubes de canoagem com esta modalidade! Formação nem vê-la (vai haver uma daqui a uns dias né???? que foi mt bem divulgada :) :) só não sei onde....), logo à partida, quem quer praticar tem que se desenrrascar sózinho, contando com a preciosa ajuda de quem já anda nestas andanças há mt tempo (como foi o meu caso e não posso deixar de agradecer aos WaveSurvivors todos os ensinamentos que me deram, a eles mt obrigado).

Na minha opinião o kayaksurf.net tem sido quem mais contribui a nivel nacional para a promoção da modalidade, espero que este artigo dê para alertar algumas mentes na FPC....

Sem dúvida que apontas um caminho, mas para isso é necessário o apoio institucional!!! Pois só com um maior reconhecimento do Campeonato e Taça é que a modalidade poderá evoluir um pouco mais!! acho que podiam ter como exemplo o que acontece actualmente ao nível do surf em Portugal, sem dúvida que uma "parceria" com FPS poderia beneficiar e muito o KayakSurf!!!

A ver vamos o que vai acontecer este ano!!!

Com uma coisa podem contar os WaveSurvivors vão continuar a promover esta modalidade!!!

quarta-feira, novembro 28, 2007  
Anonymous Tony Attitude said...

Subscrevo o que disse o WS Tafula, e vamos em frente a lutar pela melhoria contínua á volta da modalidade.

quarta-feira, novembro 28, 2007  
Blogger Filipe Brás - WaveSurvivors said...

Boas pessoal,
concordo com a maioria das coisas que disseste, mas concordo mais com umas do que com outras, primeiro divulgar nos meios audio visuais as provas do campeonato, normalmente o canal 2 é o que aposta mais neste tipo de desportos, pena ser o menos visto, a partir do momento que há esta visibilidade na tv os apoios e patrocinios aparecem com maior facilidade pois convem-lhes!
Em relação á federação é lamentavel o que têm feito com o kayaksurf, ao menos podiam marcar presença nas provas! Os juris deviam ter um boa formação, mas quando digo boa, é mesmo boa, pois presenciei um campeonato onde me assustei quando ouvi o nome de algumas manobras, a que me ficou na cabeça até hoje foi a manobra "do cuzinho para trás",que manobra é esta? como se faz?, é perigoso fazer este tipo de manobra, e se tiver mos o castelo branco atrás podemos sair lesionados, então ver um dos juris a dar nota 8 a um atleta e o outro ao lado dar 2 é ridiculo! Enquanto não temos juris com formação, porque não trazer pessoal do surf, que sabem como classificar correctamente o que os atletas fazem!
Sem duvida alguma que o kayaksurf.net tem todo o mérito na divulgação feita até hoje, conseguindo ser media partner e nos eventos portugueses e em alguns eventos internacionais, mostrande que o kayaksurf está no mapa do kayaksurf, e para confirmar temos em 2008 a tão esperada prova do mundial! Será que a federação vai abrir os olhos?e os patrocinadores vão aparecer?
Agora deixo aqui a minha pergunta que gostava que não caisse em saco rôto, Porque é que a Figeira da Foz não é inserida nas provas do campeonato nacional? Será que não temos atletas suficientes? então mostrem me um sitio onde haja mais....será que não temos mar para isso?spots é o que não nos falta...já agora Domingo vão estar vagas de 6mts...
Desde já deixo aqui os meus parabens ao kayaksurf.net pela divulgação do proprio desporto e ao pessoal organizador do Ocean Spirit que foi eximio na maneira como organizou todo o evento e em particular a prova de kayaksurf! Para se fazer que se faça bem!
Este ano provavelmente vão aparecer novos atletas nas provas o que vai fazer com que o kayaksurf ganhe mais dimensão! Espero que sejam recebidos como os Wavesurvivors recebem os que começam agora a pagaiar, sempre prontos a ajudar, e não com olhares de lado como já vi em alguns sitios, noutros não vi, mas ouvi... assim não se evolui, só se criam grupos que nada ajudam no crescimento desta modalidade!
Nós pos cá vamos continuar na nossa, quem quer participa nos campeonatos, quem não quer, continua a ir todos os fins de semana para a agua e faz muito bem!
Tentando sempre que possivel divulgar o kayaksurf!
Que 2008 seja um ano em grande para esta modalidade viciante!

quarta-feira, novembro 28, 2007  
Anonymous Rui Fonseca said...

Concordo com as linhas gerais dos vossos comentários. Descobri o kayaksurf á pouco tempo e é uma pena não termos o apoio que a modalidade merece. num país viciado em futebol é difícl mas vamos lá!! bom artigo

quarta-feira, novembro 28, 2007  
Anonymous whitewaters!! said...

pq é q voces não experimentam rios????coitadinhos muito se keixam

quarta-feira, novembro 28, 2007  
Blogger Filipe Brás - WaveSurvivors said...

Caro aguasbrancas , :), ninguem se está a fazer de coitadinho, muito pelo contrario, coitadinhos são aqueles que se queixam e nada fazem para mudar o que está mal, aqui não vez isso, a não ser que pouco entendas de português, vês por aqui pessoas que divulgam o kayaksurf através da net, blogs e sites, pessoal que projecta novos barcos, tendo assim kayaks nacionais podendo mais tarde competir com megas e waveskis, malta na agua a mostrar o quanto aliciante é este desporto e o quanto faz bem á mente e ao corpo e acima de tudo o excelente convivio que esta modalidade proporciona....não digo que não possa experimentar rios, mas com o mar á porta de casa duvido que algum dia troque o meu sit on top por um sit in de rio!
Depois disto achas que alguem se queixa...de quê?só se for de dores nas costas depois de uma manha bem passada!
Já agora,porque não apareces para experimentar um kayaksurf, com uma parede bacana e a espuma atrás de ti...fica o convite!
Abraço...

quarta-feira, novembro 28, 2007  
Blogger CTAFULA WS said...

caro WhiteWaters, foi a critica mais construtiva que conseguiste...só não percebi o que é que os rios tem haver com isto... ou estás a querer dizer que para rio-águas bravas há mais apoios????..... Aceita o convite do Filipe!!!!

quinta-feira, novembro 29, 2007  
Anonymous whitewaters said...

continuo a dizer que o kayak surf não é nada comparado com as outras formas de canoagem em portugal. a FPC só tem é que apoiar as que tem mais sucesso

quinta-feira, novembro 29, 2007  
Anonymous Paulo Lopes said...

Epá malta! Não pude deixar de participar nesta novela! Olhem, eu também vivo com o mar à porta, não dispenso uma boa ondinha... Também não deixo de fazer entre 2h a 5h de viagem para poder descer um bom rio, gosto bem! Infelizmente não tenho dinheiro suficiente para poder não trabalhar e dedicar-me a uma vidinha de pagaia na mão, seja ela doce ou salgada, calma ou brava. E apoios, nem na água doce nem na salgada, eu acho é que em vez de andarem nas picardias, deviamos juntos, fazer chegar os kayaks portugueses a "bom porto". Boas ondas e bons rios. ...A propósito, já devia ter caído uma chuvinha neste país, não?
Abraço a todos os leitores da KS.net
Paulo Lopes

quinta-feira, novembro 29, 2007  
Anonymous Anónimo said...

wihte..... CALA-TE

quinta-feira, novembro 29, 2007  
Blogger Filipe Brás - WaveSurvivors said...

Concordo contigo Paulo, mas é dificil com pessoas como o whitewaters, que só defende o seu próprio umbigo, ir longe, já parece por vezes qd se juntam alguns surfistas com pessoal dos kayaks, parece que o mar é pequeno!
O que será para ele ter mais sucesso?É termos 2 atletas em Mundaka no mundial?È termos o próximo mundial em Peniche?É termos milhares de pessoas a ver a prova de kayaksurf em Santa Cruz(OceanSpirit)? É termos 3 "novos" contrutores de kayaks de ondas? É ter a dia que passa mais pessoal na água á espera das tão desejadas ondas? Chamas a isto insucesso?
É com mentalidades como a tua que o pais fica estagnado e há tanta diferença entre ricos e pobre, por ti o governo deve apoiar os ricos e os pobre que se lixem!
Desculpa Paulo, mas aceito quando vejo uma critica construtiva, agora só saber criticar destrutivamente, isso não!
Pratico kayaksurf mas tb defendo que os outros desportos devem ser apoiados, independentemente do seu sucesso!
Abraço e até sábado dentro d´água!

quinta-feira, novembro 29, 2007  
Anonymous Jorge Lopes said...

Luis tás 100% lá e nao te cansas de remar contra a maré... continua a divulgar e a publicar "newses" para a malta ver anonimamente, eu vou dando uns tombos quando posso na praia de S. Juliao (Ericeira) normalmente ao Sabado de manha e fico contente quando nao o faço sozinho o que é raro e já há 3 semanas que nao ponho o cú na água porque os Espanhóis nao me deixam e o que me procupa agora é o mar estar grande demais o resto que se foda!

p.s. -Paulo, grande abraço espero que esteja tudo bem contigo e com as tuas. A pequena já rema?

quinta-feira, novembro 29, 2007  
Anonymous Anónimo said...

Julgo que ao longo dos últimos anos o kayaksurf tem evoluído de forma positiva em Portugal.

Temos mais praticantes, melhor nível técnico e competitivo. Espectáculo….

Mas no entanto temos menos pessoas dispostas a participar nas provas de Kayaksurf.
Em 2000 tivemos cerca de 50 pessoas na Costa da Caparica; 2003 tivemos 35 na prova de Peniche; 2004 cerca de 30 a participarem na prova de Peniche; 2005 - 50 a participar no circuito; 2006 – 40 a participar no circuito e 2007 cerca de 35…

Razões para a esta diminuição:
• Não gostar de competir…
• Não gostar do convívio…
• Ser demasiado bom para competir/participar….
• Ser demasiado mau para competir/participar…
• Não gostar da organização…
• Não gostar dos júris…
• Não gostar das praias…
• Não gostar das ondas…
• Falta de dinheiro
• Não gostar…..

Cada um tem a sua razão, no entanto é imposivel organizar sem participantes, é preciso ter a noção que todos nós praticantes de canoagem (seja que estilo for) somos responsáveis pelo desenvolvimento da canoagem e transmitimos a imagem da canoagem em Portugal.


Mais organização e mais condições….

Por vezes é difícil ou mesmo impossível dar melhores condições de competição, vou dar aqui um pequeno exemplo.

Este ano quando organizava a prova de Peniche, foi-me oferecido a estrutura física do campeonato nacional de surf (contentores com salas de apoio, sala de júris, tudo do melhor), pela módica quantia de 200,00€ (o que é uma excelente oferta), quando fui ver a lista de inscritos tinha dois participantes. Será que é possível, ou se deve arriscar assim. Já basta o prejuízo que me dá a organização destes eventos.

Julgo que todos temos de melhorar:
• Organização;
• Júris;
• Etc.

Mas todos nós temos de participar….

Se não pomos a questão:

Organizar para quê, e organizar para quem??????

Boas remadas (onde quer que seja)

Nuno Benedito

sexta-feira, novembro 30, 2007  
Blogger Filipe Brás - WaveSurvivors said...

Boas Nuno Benedito,
deste várias razões para a diminuição dos participantes nas provas, mas falta te uma, a falta de tempo, pois nem todos têm a sorte de passar o fim de semana em casa e assim poder ir ás provas! É complicado estar a pagar para só poder ir um dia, ou no Sabado ou no Domingo! Abraço e continua com o que tens feito que aos poucos vai melhorando!Vou tentar este ano ser mais um na lista, nem que seja só numa prova!

sexta-feira, novembro 30, 2007  
Blogger Filipe Brás - WaveSurvivors said...

E já agora deixo te aqui um desafio...Coloca a Figueira no mapa das provas e depois diz me se não vale a pena arriscar!!Tem é que se saber arriscar!
E é claro que todos temos que ajudar a melhorar todos os aspectos do kayaksurf...por aqui oodes contar com a nossa ajuda no que for possivel!

sexta-feira, novembro 30, 2007  
Anonymous Anónimo said...

Eu apenas vou continuar a organizar a prova de Peniche (mesmo por uma questão de falta de tempo), Julgo que seria interessante ou manter o encontro de Kayak surf na figueira ou substitui-lo pela prova da Praia Grande (é a unica prova que na minhã opinião deve de ser repensada).

Se tens interesse em organizar uma prova na figueira, diz qq coisa, pois mais dia menos dia vamos nos juntar para definir um calendário.

Praia Grande???
Praia da Barra - OK
Praia da Amoreira - OK
Praia do Baleal - Ok
Praia de St Cruz Ocean spirt - Era muito bom continuar.
Figueira da Foz - Encontro ou competição? é convosco, a existencia de um encontro, julgo que é uma excelente iniciativa.

Um abraço
Nuno Benedito

sexta-feira, novembro 30, 2007  
Anonymous Anónimo said...

Mais cedo possivel definir o calendario para o pessoal organizar-se.
Quanto as provas, concordo com as provas da Barra, Amoreira, Baleal e porque não Figueira, mas igualmente o tal encontro de Santa Cruz e que tal pensar em mais um Forum Anual de KayakSurf por exemplo na Costa da Caparica (Central)?
Um bem Haja
Santos (Team MaraFados)

sexta-feira, novembro 30, 2007  
Anonymous João Paulo Simões said...

Está a chegar o final do ano e, com ele, os habituais balanços. O kayaksurf não foge à regra e este artido do LPA faz já fez o resumo da matéria dada ao longo do ano.
Para os mais atentos, a leitura deste balanço oficial do kayaksurf.net mostra um estado de espírito e uma posição comuns a muitos entusiastas nacionais e subscrevo nos pontos essenciais.
Assim, começo por sublinhar (nunca é demais lembrar!) os factos marcantes de 2007 sem qualquer ordem especial: o Figueira da Foz Kayaksurf Session, o Santa Cruz Ocean Spirit, o RPF Shark, o Élio Speedy, o Watertech Lúcifer, o Wavyak-Goltziana, os tugas no Mundial de Mundaka-Bákio, o anúncio do Mundial de 2009 em Peniche, uma página do “A Bola” dedicada a um surfkayak nacional e o crescente número de surfkayaks nas ondas das nossas praias. Portanto, dois eventos com grande visibilidade e participação, quatro surfkayaks nacionais, a internacionalização dos nossos atletas e cada vez mais kayaksurf nos media e nas praias.
Quem ler o parágrafo anterior pode pensar que tudo foram rosas e crescimento! Agora os espinhos: um Circuito Nacional pobre e decadente em número de participantes, em caras novas, em profissionalismo das organizações (apesar da carolice e do empenho de muitos – longe vão os tempos da buzina!) e em divulgação mediática; uma completa ausência da Federação Portuguesa de Canoagem.
A este propósito não me vou alongar, até porque o panorama mundial do KS não me parece ser muito diferente. Observando as coisas com objectividade e algum distanciamento, decadência é o termo que melhor se aplica a uma actividade de lazer com pretensões a desporto!!! Sim, choquem-se à vontade!
Senão vejamos o que se passou no mundial de Mundaka-Bákio: média de idades dos participantes? Elevada! Gente nova? Alguns juniores com 17-18 anos, em vias de passarem a seniores. Nível da organização? Pouco profissional, sem beliscar o pessoal de Mundaka e Bákio, uma honrosa excepção. Mediatismo? Imprensa local.
Resumindo, a sensação com que fiquei ao regressar de Mundaka foi que o KS mundial resume-se a um conjunto de famílias, a alguns clãs de várias partes do mundo que se juntam sob a bandeira da World Surf Kayak Association (uma associação mundial da tanga sem qualquer figura jurídica) para passarem umas semanas a surfar em locais interessantes e baratos.
Pronto, nós cá temos uma Federação a sério, sem ser da tanga, ou seja, temos tudo!... Não, não temos coisa nenhuma! E, na minha perspectiva pessoal, por vários motivos óbvios:
- o KS tem muito mais a ver com surf do que com canoagem, a imagem, a dinâmica, o ambiente, o espírito, tudo é diferente.
- o KS não quer ter a ver com uma Federação que delega em dúbios representantes as questões relacionadas com o KS e que não tem qualquer estratégia para este “desporto”.
- o KS ainda está longe de ser um desporto! Pensem no surf: o que apareceu primeiro, os praticantes em grande número ou os campeonatos? Por cá, e não só, apareceram primeiro os campeonatos e a FPC é uma entidade vocacionada para a competição.
- o KS precisa de chegar às praias, aos jovens. No mundo inteiro só se conhecem duas escolas de KS: a do Edu, no País Basco e a do Dessy, na Irlanda do Norte.
- o KS ainda (sublinho o “ainda”) não precisa de ídolos, de confrarias, de capelinhas, de materiais compósitos xpto e de tecnologia espacial… em vez disto tudo precisa de pessoal na água, dos 8 aos 80 anos!
Feito o ponto da situação, fica-me bem expor a minha visão do que deveria sero caminho para o desenvolvimento do KS nacional:
- Deixarmo-nos de circuitos inócuos e organizar KS Sessions em locais de grande visibilidade: Viana, Póvoa, Matosinhos, Barra, Peniche, Caparica, Melides, Costa Vicentina. Lembrem-se que o KS Session da Figueira da Foz teve o triplo da média dos participantes do Circuito Nacional.
- Levar o KS aos jovens, propondo à FPC a organização de stands de demonstração com vídeos e surfkayaks em alguns eventos importantes que organiza (pista, maratonas, slalom, kayak-polo).
- Manter os pés bem assentes no chão e ter sempre presente que o KS não é um fenómeno como alguns apregoam! Aposto um dedo da mão em como o número de praticantes regulares não ultrapassa no globo os cinco milhares! Portanto, há muito por onde crescer, mas racionalmente e sem fantasias megalómanas, começando por baixo.

‘Bora prá praia!

PS: Isto não é uma obra de ficção. Qualquer semelhança com pessoas, factos e lugares não é pura coincidência.

sexta-feira, novembro 30, 2007  
Blogger Filipe Brás - WaveSurvivors said...

Nuno em relação a organizar uma prova na Figueira acho que não estou á altura de o fazer pois não tenho os conhecimentos necessários para o fazer, simplesmente me ponho em cima d´um kayak e tento disfrutar ao maximo do prazer que isso me dá, o que te quiz dizer é que se quizeres(tu ou outra pessoa) organizar o campeonato na Figueira o pessoal ajuda te no que for possivel, basta avisar com antecedencia, tinha mos todo o gosto!
Em relação ás provas que devem permananecer e as que devem desaparecer não tenho opinião pois só fui ver uma e estava um temporal que só foi mesmo bom a parte do leitão, mas isso vocês não têm culpa! Em Santa Cruz o Ocean Spirit concordo a 200% que deve continuar pois é um exemplo de organização e do que se faz bem em Portugal, na Figueira concordo com o kayaksurf session, super sucesso, e teve muito mais gente do que nos campeonatos pela simples razão que é uma zona onde tem muitos kayaks dentro de agua durante o ano e não tem o peso do campeonato onde se compete para o podio, e tb concordo com o campeonato, acho que era um tiro acertado!
De salientar que hoje foi um dia em grande no Costa, com ondas brutais(2/3mtrs) e parede extensa amanha deve ter metros a mais(dão 5mtrs), logo se vê!
Abraço!

sábado, dezembro 01, 2007  
Blogger joparesi said...

Sublinho e repito o que disse no meu comentário/balanço: primeiro os praticantes, depois as provas!
Deixem-se de circuitos e organizem encontros, por enquanto! Vcs criticam tanto o Circuito Nacional e as suas organizações, mas estão a querer ir pelo mesmo caminho, sem juris competentes, sem regras claras e bem definidas, sem estratégia...
Porque não juntar o pessoal todo algures no início do ano, poisar os pés no chão e discutir o futuro?!
Prá praia e em força!

João Paulo Simões

domingo, dezembro 02, 2007  
Anonymous Anónimo said...

o KS ainda está longe de ser um desporto! não fui eu k disse!!!! ao menos as águas bravas não passam por estas bocas

segunda-feira, dezembro 03, 2007  
Blogger Filipe Brás - WaveSurvivors said...

porque será que o pessoal que só sabe criticar não tem a dignidade suficiente para se identificar, aqui todos respeita mos as opiniões de cada um, mas ao menos "dêem a cara" e sejam contrutivos ao criticar!
O Ks está longe de ser um desporto???? vai me dizer que é mais parecido com um filme erotico, onde o pessoal se excita a apanhar ondas!!!
Argumenta as tuas opiniões....
Eu cá fico na minha, e cada vez dou mais valor aos malucos com quem costumo andar de kayak e ao luis que tudo tem feito para levar este projecto para a frente, que o kayaksurf é um desporto que está a fazer muitas comichoes, isso ninguem me tira da cabeça, e que se todos juntos trabalhássemos para melhorar o que está feito então ai era começar a ver muitos putos a aderir a esta modalidade!

segunda-feira, dezembro 03, 2007  
Blogger Filipe Brás - WaveSurvivors said...

Parece que o topico morreu por aqui!
ficam as ideias.....

quarta-feira, dezembro 05, 2007  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home