04/11/08

ARTICLE: BEFORE ENTER IN THE WATER

ARTIGO 2 - AQUECIMENTO PARA KAYAKSURF por PAULO LOPES


Paulo Lopes a surfar em Peniche

No seguimento da nova secção do kayaksurf.net, publicamos agora mais um interesante artigo da autoria de Paulo Lopes. O mote: que tipo de exercícios devemos executar antes de nos fazermos às ondas de kayak? É certo que - confessemos - muitas vezes entramos sem qualquer atenção a este pequeno GRANDE pormenor e depois... surgem as malfadadas lesões. O Paulo, para além de ser um grande kayaksurfista é também licenciado em Educação Física e acedeu colaborar connosco numa matéria que lhe é mais do que familiar, quer técnica, quer desportivamente.

Para além do mais, e apesar de não ter participado no CNKS deste ano por motivos profissionais, o Paulo é um dos melhores kayaksurfistas nacionais. Seguro, rápido e tecnicista, potencializa a sua grande experiência em águas bravas como poucos para o kayaksurf. Ainda num destes fins de semana, deu show na Figueira da Foz (sua terra natal) com o seu surf de luxo num swell à altura. Só para quem sabe!

Vamos então ao artigo:

---------

Aquecimento para Kayaksurf

Como todos sabemos, o objectivo principal de um bom aquecimento antes de pagaiar para as esperadas ondas, é evitar uma inesperada lesão, que nos impeça de continuar a surfar nesse dia, nessa semana, mês ou ano, dependendo do tipo de lesão. E quem sabe uma eventual lesão a surfar, nos possa condicionar o ganha-pão durante os outros dias, impedindo-nos de desempenhar as funções habituais do nosso emprego.

Porque se deve aquecer antes de entrar na água e surfar:

O aquecimento é a primeira parte da actividade física e tem como objectivo preparar o kayaksurfista tanto fisiologica como psicologicamente para a actividade física. A realização do aquecimento visa obter o estado ideal psíquico e físico, prevenir lesões e criar alterações no organismo para suportar um treino, uma competição ou o lazer, mais ou menos “radical” onde o mais importante é o aumento da temperatura corporal.

O aumento da temperatura corporal resulta nos seguintes benefícios:

• aumento da taxa metabólica;
• aumento de fluxo sanguíneo local;
• melhoria da difusão do oxigénio disponível nos músculos;
• aumento da quantidade de oxigénio disponível nos músculos;
• aumento da velocidade de transmissão do impulso nervoso;
• diminuição do tempo de relaxamento muscular após contracção;
• aumento da velocidade e da força de contracção muscular;
• melhoria na coordenação;
• aumento da capacidade das articulações no suporte de cargas.

Alguns destes benefícios reduzem o potencial de lesões, já que possuem a capacidade de aumentar a coordenação neuromuscular, retardar a fadiga e tornar os tecidos menos susceptíveis a danos.

Devemos “avisar” e preparar o nosso sistema cardio-respiratório para o início do esforço e dar hipótese aos nossos músculos, tendões e articulações de se prepararem para movimentos que por vezes vão para lá daquilo que pensávamos conseguir sem nos aleijarmos (um bom aéreo, bem no limite ou mesmo um bom “tralho” falhando esse limite), quem já não mandou um valente terno e pensou que o melhor é descansar um bocadinho na areia…

Preparação do sistema cardio-respiratório

Quando o mar está “um bocadinho zangado”, o melhor é começar com uma corridinha, com um ritmo lento, com tipos de deslocamentos diferentes (ex: corrida normal, lateral, para trás, etc.). Quando o mar, ou o spot assim o permite, nada como pagaiar alguns minutos antes de chegar ao ponto G, se não tivermos que enfrentar grande rebentação. Essas pagaiadas, poderão ser em diferentes sentidos, para a frente e também para trás (pagaiar para trás, reforça e desenvolve todo o grupo muscular que protege e envolve a delicada articulação do ombro, tão fustigada pelos praticantes de canoagem de uma forma geral).

Exemplo de exercícios para aquecimento das articulações/tendões/grupos musculares - em todos os exercícios, a posição deve ser mantida sem insistências, nem movimentos bruscos. A posição extrema deve ser atingida sem dor (não forçamos tanto como quando treinamos a flexibilidade). Cada posição mantém-se por cerca de 30 a 40". Os exercícios dinâmicos também devem ser executados a uma baixa velocidade.

Imagem: desnivel.pt

1.Flexão do tronco à frente;
2. Hiper-extensão do tronco;
3. Elevação do joelho ao peito, fixando-o com as mãos ou braços;
4. Flexão da perna atrás;
5. Flexão lateral do tronco;
6. Rotação do tronco, mantendo a posição em cada extremo (durante esta rotação, devemos manter a cabeça sempre imóvel, por cima do ponto médio entre os pés);
7. Flexão dorsal do pé, estirando os gémeos;
8. Flexão do tronco à frente, a cada perna;
9. Extensão dos flexores e extensores das coxas;
10. Hiper-extensão dos ombros (e bicípedes);
11. Extensão dos tricípedes (e não só...)
12. Rotação dos ombros;
13. Extensão e flexão da musculatura ligada aos pulsos e antebraços.

Já devidamente equipados (atenção que é outro assunto delicado e que pode também prevenir eventuais lesões), podem-se sentar na vossa embarcação (em cima de areia claro) e flectir (à frente) a cabeça e o tronco, tentando chegar com as mãos ou pagaia bem lá a frente, efectuar o mesmo atrás e para os lados. Para terminar, podem efectuar uma lenta rotação à esquerda, tentando olhar e agarrar a parte de trás do kayak, repetindo o mesmo para o lado direito.

Atenção: foram abordados meros exemplos de como se deve efectuar um aquecimento antes de entrar para a água. Não devemos esquecer que também é importante alongar após a surfada.

Boas ondas!

Paulo Lopes



------------------------

Obrigado Paulo!

Este artigo também foi publicado no KAYAKSURF CLUB BRASIL:



Podem ler este e outros artigos na secção:



Boas ondas!!

luis pedro abreu
http://www.kayaksurf.net/

Etiquetas: ,

7 Comments:

Anonymous Anónimo said...

excelente. grande ideia! o site está cada vez melhor. joão costa

terça-feira, novembro 04, 2008  
Blogger HugoN said...

Parabéns pelo artigo, está fantástico, adaptado à pratica do kayaksurf o que é muito raro!!

Obrigado,

terça-feira, novembro 04, 2008  
Blogger kayaksurf.net said...

Não há dúvida que o artigo está escrito por quem sabe do que fala. Obrigado pelo apoio e parabéns ao Paulo Lopes!!

luis pedro

terça-feira, novembro 04, 2008  
Anonymous Anónimo said...

Bom artigo Paulo!Eu q o diga que ainda estou lesionado. mas foi no rio!!! Abr
canoas

terça-feira, novembro 04, 2008  
Blogger inverno said...

Parabéns pela iniciativa e pelo artigo que apesar de simples e curto está objectivo quanto baste. Cinco estrelas. Agora toca a imprimir o croqui e a colar nos kayaks de surf e de rio.

Gracias pelas dicas.

Abrazongz per tutti

Ricardo Inverno

terça-feira, novembro 04, 2008  
Anonymous Anónimo said...

Grande Dureza!Bom artigo. Parabéns para a página.

SportM

terça-feira, novembro 04, 2008  
Anonymous Anónimo said...

Grande Dureza!Bom artigo. Parabéns para a página.

SportM

terça-feira, novembro 04, 2008  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home